Siga mentindo, por favor

Então você vai à exposição do Andy Warhol pela primeira vez, sim, o grande Andy Warhol, e não é o quadro da Marilyn Monroe, as latas de sopa da Campbell ou o retrato do Mao Tse Tung que lhe comovem, mas o retrato de uma cadeira elétrica. Electric Chair (1971) é uma série de cadeiras... Continue Reading →

Chegando lá

Por que é tão difícil alcançar o coração das pessoas? Eu não estou me referindo só a relacionamentos românticos, mas no geral mesmo, em todo o tipo de contato humano. Hoje eu vi esta imagem de um mapa sentimental, La Carte du Tendre (O Mapa da Ternura - minha tradução super livre ), do ilustrador... Continue Reading →

Mudança

Não sou cigana, mas tenho mudado um bocado: dentro do Brasil, para Colômbia, Canadá, Suíça, Estados Unidos. Para a minha sorte, a adaptação tem funcionado bem não importando muito onde. O mais engraçado é que a chave de um bom ajuste raramente depende da casa em que a gente mora, da cidade onde estamos ou... Continue Reading →

Website Powered by WordPress.com.

Up ↑